Untitled Document
 
 
 
 
 
CONSULTOR DE EMPRESAS NAS ÁREAS DE REFINO DE PETRÓLEO, PETROQUÍMICA, PRODUTOS DE FONTES RENOVÁVEIS E PROTEÇÃO AMBIENTAL.
 
 
PROFESSOR CONVIDADO EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO.
 
 
PALESTRANTE NO MEIO INDUSTRIAL E EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUISA.
   
AUTOR DO LIVRO: ENGENHARIA DE PROCESSO NAS PLANTAS INDUSTRIAIS.
Untitled Document
Untitled Document
Home
Consultoria e Assessoria
Perfil de Clientes
Acervo Tecnológico
Experiência Industrial
Experiência Docente
Formação
Docência
Publicações
Contato

 

 

 

 

 

 

 
voltar
- Realizado em competitividade:
 

- Atingidos seguidos recordes de produção em unidades petroquímicas de primeira e segunda geração,
- unidades químicas e alcoolquímicas, com incrementos entre 10 a 50%, obtidos por meio de maior
-
continuidade operacional;

- Atingidos seguidos recordes de redução de poluentes, além do exigido pela legislação, em efluentes
- líquidos e gasosos de fontes coletivas de grande porte;

- Normalização da produção em diversas unidades de processo e utilidades através de atuações de
-
engenharia e de procedimentos operacionais;

- Introdução de capacidade incremental em cerca de 30%, por meio de desgargalamento com
- investimentos de pequena monta;

- Obtenção de índice de perdas de processo inferiores aos internacionalmente conhecidos para os
- diversos processos.

- Redução de custos de manutenção em média de 20%.

- Diminuição de consumos específicos de energia e água em 25%.

- Alcance de tempos de campanha recordes entre paradas programadas.

- Redução do número de análises de controle de processo em 50%.

- Taxas e frequência e gravidade levadas a valores muito pequenos e zero, como, por exemplo, marcas
- de 2000 dias sem acidente com afastamento.

- Desenvolvimento de fornecedores nacionais para fabricação de sobressalentes de equipamentos
- importados, efetivando economia média de 500 mil dólares/ano.

- Diminuição de 50% da geração de material “Off Spec” na produção de elastômeros sintéticos.

- Unificação administrativa entre fábricas próximas com acionistas comuns, gerando sinergias de 15%.

- Minização de gastos com horas extra (50%).

- Operacionalização do quinto grupo de turno, para atender a constituição de 1988, sem aumento do
- número global de empregados.

- Redução de custos variáveis em 10%, pela melhorias de índices técnicos de matéria prima e energia.

- Certificação de plantas em normas ISO 9000, 14000 e BS 7750.

- Desenvolvimento do aproveitamento comercial de subprodutos antes considerados resíduos.

- Modernização em tratamento de efluente, com investimento que acarretou redução de custo de 30
-
dólares/ton de produto, e “Pay Back” de 18 meses.

- Desenvolvimento de novos clientes no Brasil e no exterior.

- Cancelamento de cerca de 50 projetos por empresa devido a baixa atratividade estratégica ou
- econômica.

voltar
Untitled Document